quinta-feira, 9 de agosto de 2007

brevíssimos II

desejo

manuel, manuel

eu queria que o espírito de Deus voltasse a se mover sobre a face das minhas águas.



femina

amando amando amando almando almando almando a mando

de quem, puta quiu pariu?



amor

quase um paradoxo

um pouco de ácido no algodão-doce.

Um comentário:

Angélica Castilho disse...

Perfeita a imagem! Amei!