quinta-feira, 27 de setembro de 2012

sophia

minha mãe passando a mão no meu bumbum
ou meu namorado passando a mão na minha bunda
é o mesmo aconchego.

por tantos anos
tantos homens
a mesma bunda
é que me perco,
é sempre a busca
do mesmo berço.





Ana Claudia Abrantes

3 comentários:

Yan Oliveira disse...

Simples, belo e calmo como sempre, mas não sei ao certo porque me lembrou um rockzinho do grande Raul, mas só a melodia...

niltonresende disse...

bonito, ana.
bonito demais.

saudades.

Fabio Rocha disse...

Psi-sa-cana-freudianamente!