domingo, 9 de outubro de 2011

por motivos estranhos,
os pés sacudiram a poeira ao sair,
mas não abandonaram o capacho.




AC

Um comentário:

André Meios Poesias e Afins disse...

Intenso e com lembranças. parabéns